top of page

Amor - O Fenômeno Das Emoções - por Adriana Strella


Cada pessoa pode estar apaixonada e reagir de maneira diferente por causa das alterações da fisiologia que acontece em nossas moléculas e outros fatores endógenos, esses fatores são reações que acontecem no nosso interior. O organismo de quem está amando produz sensações e disparam dopamina, serotonina e outros hormônios. Umas das substâncias principais que estão relacionadas ao prazer é a dopamina.

Durante o tempo de uma paixão, os níveis de serotonina diminuem e por conta dessa diminuição, existem sintomas de adversidade compulsiva e de obsessão quando a pessoa amada estiver distante.Pode haver rejeição de acordo com o que estiver acontecendo no relacionamento.

A pessoa pode ficar obsessiva por não enxergar a perda quando o ser amado estiver longe ou até mesmo estando juntos. Podemos estar juntos do nosso amor, e mesmo assim nos sentir distante dele, então não é apenas uma questão de distância física. O amor é algo maravilhoso e causa em nossa fisiologia complexidade tanto espiritual como social. Todos nós desejamos um amor, mas relacionamento muitas vezes pode ser uma coisa complicada.

Durante um período tudo corre mil maravilhas, os dois estão indo juntos porque as frequências estão batendo, eles estão no mesmo momento. Sim, o sucesso no amor, também tem haver com a frequência vibracional de cada pessoa. A maneira que cada um tem de se relacionar e de estar na vida pode aproximar ou afastar.

Por exemplo, o que pode distanciar um do outro, é que um pode ficar parado e o outro desejar crescer em alguma área da vida.

Então um segue realizando e o outro não acompanha o crescimento, assim, chega um momento que as frequências não vão bater porque os interesses mudam e consequentemente irão se distanciar um do outro deixando de caminhar juntos.

A posição de um, é de ficar parado, enquanto o momento do outro é de sair daquela posição e continuar caminhando. O que torna os relacionamentos amorosos incertos é isso. O durar para sempre se complicou muito por causa do ritmo de crescimento de casa um.

Os dois precisam crescer juntos e se apoiarem mutuamente!

É importante que o ser humano tenha consciência da necessidade do amor universal e do amor próprio, é bíblico que devemos amar o outro como a nós mesmos. Podemos amar e mesmo assim deixar ir, o apego nos faz sofrer e pode nos adoecer porque desequilibra nossos hormônios.



7 visualizações0 comentário