Por Que As Mulheres São Loucas Por Bolsas? Uiara Zagolin



Nos primórdios, quando a vida de uma mulher era reduzida aos serviços domésticos e aos cuidados com os filhos e marido, a bolsa servia apenas para carregar o missal durante a Homilia nas missas dominicais. Porém, com a inserção da mulher no mercado de trabalho, a bolsa tornou-se um acessório necessário. Assim, sua funcionalidade aumentou juntamente com a emancipação dessa mulher.


Então hoje, segundo sociólogos, a bolsa tem a função de mostrar ao mundo a personalidade e status social de sua dona, contribuindo com a construção de sua dentidade perante a sociedade. É puro simbolismo de status


Todo esse poder personalizado nas bolsas fez com que as grandes marcas investissem nesse acessório tão desejado. A Joalheria Mouawad possui a "Mouawad 1001 Nights Diamond"

avaliada em US$ 3,8 milhões, certificada pelo livro Guinness como a bolsa mais cara do mundo. Bolsa em forma de coração feita totalmente à mão por 10 artesãos profissionais, em ouro 18 quilates com 56 diamantes rosa, 105 diamantes amarelos e diamantes 4.356 brancos.


Em seguida temos a Hermès Birkin Bag de US$ 1,9 milhão. Criação de Ginza Tanaka, feita de platina com 2 mil diamantes, tendo um diamante central de 8 quilates em forma de pêra. Depois, Chanel “Diamond Forever” de US$ 261 mil, em couro de crocodilo com 334 diamantes e alças em ouro branco, existindo apenas 13 peças.


Depois, Lana Marks Cleopatra Bag de US$ 250 mil, produzida anualmente e cada espécie é única. Feita em couro de jacaré, com metais em ouro branco e 1.500 diamantes negros e brancos.


Louis Vuitton com a Urban Satchel de US$ 150 mil são para as mulheres irreverentes e ecologicamente correta pois é feita de garrafas de água, pacotes de cigarros e embalagens de chiclete. Hermès tem a Matte Crocodile Birkin Bag de US$ 120 mil. Feita em homenagem à cantora e atriz britânica Jane Birkin. Confeccionada em couro de crocodilo com fecho cravejado com 10 quilates de diamantes.


Leiber Precious Rose Bag de US$ 92 mil é confeccionada com materiais de altíssima qualidade e com revestimentos de 1.016 diamantes, 800 turmalinas rosa e 1.196 safiras. Logo, Louis Vuitton de US$ 42 mil, a LV Tribute Patchwork Bag com apenas 20 peças fabricadas.


A Gadino Bag de Hilde Palladino de US$ 38 mil, feita em couro de crocodilo flexível e com designer da norueguesa e ícone de moda, Hilde Palladino. Cravejada de diamantes. Ainda,

temos a Carolyn Crocodile Handbag de US$ 38 mil de Marc Jacobs. Elegante peça também feita em couro de crocodilo.


A marca italiana, Prada, com suas bolsas que se tornaram as queridinhas das celebridades nos anos 80, e desde então, são uma das mais copiadas do mundo, com valores em torno de US$ 38 mil.


Depois, Fendi - com a Fendi Selleria, feita em couro de chinchila e zibelina na coloração prata que custa em torno de US$ 28 mil.


Concluimos que a compra dessas bolsas com preços altíssimos se deve principalmente pelo status e poder que elas proporcionam. E o por que dessa necessidade de status e poder? A

resposta pode estar no sentimento de pertencimento e consequentemente de aceitação.

1 visualização0 comentário